É SIMPLES NÃO TE QUERER (Geraldinho de Babila) Eu te culpo da minha tristeza Você diz que é prá acusar Você não se senta pro café na mesa Você só sorri quando está no bar Eu troquei a porta inteira Que é prá não mais entrar Eu deixei a chave exposta Que é prá qualquer um pegar Quem entrar me encontrará com certeza Tão feliz como quem vem do mar Tratarei com tanta delicadeza Que irá até se assustar Eu passei a vida inteira Te perdoando sem me perdoar Eu cometi uma grande besteira Deixando você ficar Não se sofre a vida inteira Só pro que quer se machucar O coração não gosta mas aceita O que uniu sem pensar Os teus carinhos já não tem delicadeza Já não sinto o teu cheiro pelo ar O amor não é brincadeira Nem prá quem quer só sonhar